Sobre o LSF - Light Steel Framing

Segurança estrutural é provavelmente o aspecto em que o futuro utilizador mais rapidamente pensará ao analisar a possibilidade de construir um edifício com estrutura em aço. O facto de se usarem materiais leves, em contraste com o peso do betão, poderá levar muitos a duvidar imediatamente da resistência desse tipo de construções.

Rapidez de construção - Visto que os materiais empregues na construção LSF são usualmente mais caros do que os usados na construção convencional, é precisamente esta característica que torna economicamente acessível e competitiva esta solução construtiva. Evidentemente, o tempo e a mão de obra estão intimamente ligadas com o custo final da obra.

O OSB é um produto de grande resistência mecânica, ecologicamente correto, durável, versátil e de qualidades absolutamente uniformes, que mudam definitivamente o seu conceito a respeito de painéis estruturais.

Os perfis metálicos usados nas construções em Light Steel Framing são fabricados a partir de chapas de aço galvanizado revestida com zinco pelo processo contínuo de galvanização por imersão a quente. Este processo visa garantir a durabilidade dos elementos durante centenas de anos.

A palavra steel indica a matéria prima usada na estrutura, o aço.

A inclusão de light indica que os elementos em aço são de baixo peso, uma vez que são produzidos a partir de chapa de aço com espessura reduzida. Também para focar essa característica, muitas publicações usam o termo light gauge (gauge é uma unidade de medida, agora quase em desuso, que define a espessura das chapas de metal).

Outros designam o aço por cold formed steel, ou seja, aço moldado ou enformado a frio, como referência ao processo de moldagem da chapa através de processos mecânicos à temperatura ambiente, tal como a quinagem ou a perfilagem.

» mais informações